Este blog é o antigo Sound of Anonymity Porém, por alguns imprevistos, acabei esquecendo a senha de minha conta antiga. agora com esta nova, estou a voltar com Sound Anonymity Chamo-me Ana. Posto de maneira costumeira, resenhas e reflexões. Com o tempo você podem me conhecer melhor. Um beijos♥
São Paulo, 18 anos. Ama de coração 1D, Fanfics e livros. Sonha um dia em visitar o mundo, ter vários cachorros e experimentar pratos novos.♥

Elastic Heart - O que se pode levar com o clipe de Sia



"Pele Bem grossa, eu tenho um coração de elástico, 

 Mas sua lâmina pode ser muito afiada 
 Eu sou como um elástico até que você puxe-o, será muito difícil, 
 Eu posso tirar e mover-me rapidamente 
 Mas você não irá me ver desmoronar 
 Porque eu tenho um coração de elástico"

Sia cria suas musicas de acordo com seu sentimento. Bom, é o que dizem por ai. Diz não querer se reconhecida e, a maior parte de seus vídeo-clipes são prova disso. Sua ultima música Elastic Heart, é o resultado de algo sentimentalmente profundo. Tanto na letra quanto, principalmente, no clipe. Onde vemos o ator Shia Labeouf fazendo uma performance com a pequena dançarina Manddie Ziegler. A coreografia nos mostra algo bem complicado e ao mesmo tempo obvio de se entender.





Resenhas mas explicadas:

Tudo o que está fora da gaiola é infinito, mas tudo o que eles têm por dentro são eles mesmo. Maddie sabe como sair e, nesta ação, carrega toda a leveza que nos prendeu no vídeo anterior, enquanto as reações de Shia, sempre tão intensas e pesadas, expressam o desespero da parte que Sia simplesmente não sabe como livrar de sua prisão anterior. fonte(www)

Como o autor da resenha acima também cita é que o clipe é totalmente conceitual, ou seja, não conseguimos realmente descrever sua maneira literal. Temos que nos aprofundar muito para se conseguir obter a "moral da história". Sua maneira conotativa de ser seguida durante a musica de Sia, nos dá a total certeza obvia no final. Meddie e Shia tem uma briga de amor e ódio para tentar escapar um do outro, e a tentativa de talvez ganhar um espaço no local. Shia representa a fase adulta, cheia de dificuldades e incerteza, problemas e fúria. Meddie, a inocência infantil, muita das vezes maldosa e manipuladora. 

Manipuladora em partes, pois vemos a expressão e a atuação de cada um no clipe. Ele esbanja sua cara de pena a todo momento, tentando numa parte, interagir com a presença da menina. Mas quem foi que disse que Ela poderia talvez ser a vitima. A garota, parece espanca-lo no decorrer do clipe todo (Sarcasmo).

Resultado:

Meddie decide finalmente render-se a pena, e ajuda-lo a sair da gaiola. Não consegue, Shia não pode. Estará preso em sua consciência adulta. Mas cada um entende de seu modo. Mas levamos isso na vida. O que mais se acentua é a confiança. A vida monótona e temida de uma pessoa é uma gaiola. Temida por não saber como experimentar o infinito fora dela.

Não se espera mais tempo, você pode não conseguir escapar dela. imaginem se você fosse Shia, desta vez criança, poderia saber muito bem sair da gaiola. Mas não, ele temeu o que poderia ter além dela, esperou crescer e se arrependeu. agora não se pode mais escapar!

No sentido figurado, podemos seguir a ideia central do clipe/musica. E Não se espera mais tempo, você pode não conseguir escapar dela. ^^


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Layout feito por Roh A. Ramos do garota no mundo html todos os direitos estão reservados Ⓒ 2017